Economia: Hóspedes e dormidas 2020

Segundo o INE (Instituto Nacional de Estatística) em Dezembro de 2020, o sector turístico registou 462,5 mil hóspedes e 972,2 mil dormidas, sendo que estes valores correspondem a -70,7% e -72,3% respectivamente.

Foi verificado que estes valores são os mais baixos obtidos desde 1993, em termos de total de dormidas de 2020. Apesar destes valores, em dezembro foi verificada uma ligeira recuperação relativamente ao mês anterior de novembro, cujos valores se encontravam nos -76,8% e -76,9€ respectivamente.

“Desde 1993, ano em que se registaram 23,6 milhões de dormidas, que não se observava um número de dormidas tão reduzido como o que se terá verificado em 2020”, revela o INE.

Os dados demonstram que 50% dos estabelecimentos de alojamento turístico estiveram encerrados ou não registaram movimento de hóspedes.

Segundo o INE, no ano de 2020, os estabelecimentos de alojamento turístico registaram 10,5 milhões de hóspedes e 26 milhões de dormidas (sendo que correspondem a diminuições anuais de 61,2% e 63%, respetivamente (+7,9% e +4,6% em 2019).

O Alentejo mostrou se como a região que registou menor diminuição no número de dormidas total em 2020 face ao ano anterior (-37,3%)%, enquanto os maiores decréscimos se registaram na Área Metropolitana de Lisboa (-71,5%) e Região Autónoma dos Açores (-71,1%).

Fonte da imagem: https://oalgarve.pt/wp-content/uploads/2016/10/Hotel-reception-bell-e1505514767718.jpg