Select Page

http://siebraga.pt/wintouch-comercial/

O que é stock?

O stock é a relação entre os produtos existentes na sua empresa, as quantidades e o momento em que entram e saem da sua empresa, o que lhe permite fazer uma gestão eficaz das compras, evitando o excesso ou falta de stock.

Porque é importante fazer uma gestão de stocks?

As razões para que faça uma gestão de stock na sua empresa são mais que muitas e verá que essa capacidade ajudá-lo-á a evitar imprevistos no futuro, bem como lhe permitirá efetuar a compra de produtos ou matérias primas de forma mais responsável.

  1. Aumento da produtividade: ter um relatório online sempre atualizado com o stock da sua empresa numa ferramenta de gestão, ajudará os seus colaboradores na altura de inserir os dados no software, evitando que façam registos manuais e deixando tempo livre para a realização de outras tarefas igualmente importantes;
  2. Gestão de espaço: saber quais os produtos que são escoados mais rapidamente vai ajudá-lo a criar uma dinâmica de compras muito mais eficaz, de modo a quem nunca tenha o seu top de vendas esgotado;
  3. Investimento responsável: saber quais os produtos que são vendidos e os que estão em prateleira há muito tempo possibilita-lhe uma tomada de decisão mais acertada na altura de investir em mais produtos junto dos seus fornecedores;
  4. Rigor nas encomendas: sabendo o que precisa comprar e em que quantidades evita devoluções desnecessárias aos seus fornecedores, depois de efetuar as suas encomendas;
  5. Fidelização de clientes: ter sempre ao dispor os produtos que mais se vendem fará com que os seus clientes regressem sempre que necessitarem de mais stock, evitando perda de vendas para a concorrência.

Dicas de como fazer uma gestão de stocks eficaz

Fazer a gestão de stock varia de empresa para empresa e deve ter sempre em conta a sua dimensão e a área do seu negócio. Mas existem diversas estratégias transversais a todas elas e que o ajudarão a fazer uma gestão de stocks eficaz:

  1. Defina processos: crie rotinas de verificação e atribua responsabilidades para os seus funcionários para que a informação esteja sempre atualizada;
  2. Identifique cada tipo de artigo: cada produto em stock deve ser identificado com o código de produto, quantidade, descrição ou outros detalhes relevantes, como lote, origem, fornecedor ou prazo de validade;
  3. Controle as datas de validade: é essencial fazer o controlo rigoroso dos produtos com data de validade. Lembre-se da lógica de “first in, first out” e faça a gestão do espaço do seu armazém de modo a que os produtos com um prazo de validade mais curto sejam os primeiros a serem vendidos;
  4. Registe os produtos assim que recebê-los: os artigo devem ser registados assim que forem recebidos. Se não o fizer, é possível que ocorram erros de registo sucessivos cuja origem será difícil de detetar no futuro;
  5. Tenha uma boa relação com os seus fornecedores: se precisar resolver um problema, a sua relação com os seus fornecedores pode afetar positiva ou negativamente as mudanças a operar – tenha isso em atenção;
  6. Faça uma “limpeza” ao armazém com regularidade: separe os artigos armazenados há demasiado tempo e organize uma época de promoções ou doe os artigos a uma instituição para ganhar espaço para os artigos que estão sempre a sair;
  7. Estabeleça um plano de emergência: crie um plano caso ocorra imprevistos (indisponibilidade do software, acessos offline, etc).

Como vê, os motivos são mais que muitos para fazer uma gestão eficaz do stock da sua empresa. Lembre-se que a gestão de stocks é parte da responsabilidade de um bom gestor e que as suas decisões têm impactos financeiros na sua empresa.